Paguei boleto falso e agora? Para consumidores e Empresas

O tema dessa semana surgiu por conta de um caso judicial da minha área digital, cliente pagou boleto falso. Esse artigo irá ajudar tantos os consumidores quanto as empresas que acabam sofrendo com boletos falsos emitidos em seu nome.


Estamos mais digitalizados e também sujeitos aos golpes, por conta do isolamento as fraudes digitais aumentaram muito juntamente com os ataques cibernéticos. De acordo com empresa de segurança digital Kaspersky entre fevereiro e abril os ataques cibernéticos remotos subiram 330% só aqui no Brasil.


Nesse golpe sofre tanto o consumidor quanto as empresas, seja você consumidor ou empresa, esse artigo é para os dois, porque boleto bancário é uma das formas mais usadas para pagamento dos brasileiros. As empresas sofrem ainda mais porque podem ser vitimados ao boleto falso ou ter o seu próprio boleto fraudado.


Antes de falar como identificar os boletos falsos o ideal é ter instalado em todos os seus dispositivos um antivírus, isso impede que a fraude seja pelo acesso do próprio equipamento ou por acessos dos seus dados.


Como identificar o boleto falso


1. Cheque o código de barras e código do banco são correspondentes.

2. Informações do emitente: CNPJ, razão social, etc.

3. No momento do pagamento confirmar dados do beneficiário que aparecer no canal de pagamento.

4. Entre em contato com fornecedor e confirme o banco que foi emitido o boleto.

5. Prefira baixar o boleto do site ou app da empresa em vez de usar link.

6. Confira se o endereço do site é seguro. Como? Endereço do site começa com https:// e se tem o símbolo de cadeado.

7. Outra forma é usar ou aderir o DDA (Débito Direito Autorizado), serviço pega as informações direto da Nova Plataforma de Cobrança.




Caiu no golpe do boleto falso, providências urgentes:


1. Avisar ao banco ou instituição financeira no qual realizou o pagamento e solicitar cancelamento caso ainda esteja pendente no sistema.

2. Registrar Boletim de Ocorrência pela internet ou entrar em contato com uma delegacia, fundamental o registro da ocorrência.

3. Entrar em contato com o banco ou instituição financeira do destinatário, que irá receber o crédito.

4. Se foi relacionado a compra ou fornecedor entrar em contato com a empresa.


Os bancos através do SAC costumam ter equipe dedicada em tempo integral para coibir fraudes financeiras, então é importante sempre entrar em contato com as instituições.

Boleto falso para os consumidores

Como funciona? O consumidor efetua o pagamento do boleto, acha que está tudo quitado e depois de algum tempo recebe nova cobrança ou não recebe o produto comprado com o boleto. Da forma mais triste descobre que pagou

um boleto falso.


Se o boleto estiver realmente associado aos seus dados com uma compra ou conta devida, o golpe fica muito fácil. Então, paguei o boleto falso e perdi meu dinheiro mesmo? O que pode ser feito para tentar reaver o valor perdido.


Não conseguindo resolver nas providências urgentes citadas, será necessário um processo judicial, afinal foi vítima de golpe.


Bom, são muitas controvérsias e será necessário analisar cada caso sobre a questão. No entanto, temos decisões jurídicas que responsabilizam os bancos emissores do boleto e as empresas por possíveis fraudes.


Entenda, para reaver o valor perdido vai depender de fatos específicos de cada caso, provas digitais e do entendimento da própria justiça, porque será necessário mostrar a responsabilidade civil do banco e/ou da empresa.



Boleto falso para as empresas

Como já foi falado, as empresas por muitas vezes são vitimadas em duas circunstâncias, seja porque pago boleto de um fornecedor falso, ou porque foi vítima de fraude de seu próprio boleto emitido.


No caso de pagamento do boleto falso de um fornecedor, será necessário analisar cada caso sobre a questão, para tentar verificar se realmente houve alguma responsabilidade civil através de processo judicial.


Em relação aos boletos emitentes pela empresa fraudados, aconselho desde já procurar orientar os seus consumidores sobre a forma de envio de boleto, procurar proteger os dados pessoais dos seus clientes e manter política eficiente de segurança da informação. Enfim, o papel da empresa aqui é tentar coibir de todas as formas as possíveis fraudes em seu nome. E comunicação aberta com seus consumidores.



Fique atento! Antes de pagar o boleto bancário seja cuidadoso e verifique e cheque as informações. Essas dicas podem ajudar e muito. Mas a maior dica é observar e olhar para o boleto com desconfiança. Muita vigilância, calma e prudência!


Não caia no golpe do boleto falso digital.


Escrito por Fabíola Grimaldi



Acesse o artigo em vídeo: https://www.youtube.com/channel/UCxPUbtm6j2K8G7MHunaEmvw



Clique e saiba mais:

site: www.fabiolagrimaldi.adv.br

Jusbrasil: https://fabiolafgrimaldi.jusbrasil.com.br/

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/fabiolagrimaldiadv/

Instagram: @fabiolagrimaldifg








©by Fabíola Grimaldi