Montei meu negócio digital na crise, e agora?


A pandemia do coronavírus chocalhou o comércio. As empresas viram sua forma de negócio ser levado a cheque, principalmente aquelas que não possuem qualquer contato com mundo empresarial digital.


Na tentativa de se adaptar a crise e ao isolamento total, muitas empresas, principalmente os pequenos e médios empresários saíram para montar o seu delivery ou e-commerce da noite para o dia.


Claro, que estão certos! Claro, que para a sobrevivência do seu comércio foi necessário. Então, vendo esse corre-corre e desespero dos empreendedores para adaptar seu negócio, vou passar algumas dicas fundamentais dos cuidados que devem ter no seu comércio digital para não ter problemas futuros.


Olha só! A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico informa que, desde o fim de semana do isolamento do coronavírus, lojas virtuais registraram alta de mais de 180% em transações, conforme dados publicados pela EXAME em 20/03/2020.


Acredite, o mercado digital é o presente e o futuro. E quando falo de vendas on-line não é apenas está conectado a um aplicativo de entrega, é muito mais. A estratégia de app de entrega te torna refém e não independente no comércio virtual.


Agora chega de dados e vamos as principais dicas. Não importa como está fazendo suas vendas, seja por app, site, telefone ou whatsapp, tente seguir as seguintes instruções:


1. Envie junto com seu produto vendido os dados empresariais como nome da empresa, número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas ou Físicas, endereço físico e eletrônico.

2. Envie a sua política de troca e devolução do produto.

3. Envie sempre a nota fiscal ou recibo da transação ocorrida com informação e valores, seja produto ou serviço.

4. Informe um contato de como o seu cliente poderá ter atendimento e comunicação na pós-venda.

5. Tenha muito cuidado com os dados pessoais fornecidos pelos seus clientes.

6. Mantenha controle e registro das suas vendas digitais, o que foi vendido, para quem, forma de pagamento e forma de entrega.

7. Que tal implantar um programa de fidelidade e recompensa. Não esqueça de enviar as regras de forma clara.


E como sugestão final, faça um mimo para seu cliente, faça algo especial, pode ser um brinde, uma cortesia ou até mesmo uma frase de apoio. Só faça de coração.


E assim que terminar a crise, que tal parar e organizar essa tentativa digital da forma correta com grande estratégia e segurança jurídica para captar novos públicos?


Pense nisso! A crise nos mostrou que quem estava fora no mundo digital está fora do mercado. Faz necessário refletir o presente e suas estratégias para o futuro na inovação e na tecnologia.


Estamos juntos e vamos vencer! Por enquanto, reflita e se cuide!

Escrito por Fabíola Grimaldi


www.fabiolagrimaldi.adv.br

https://fabiolafgrimaldi.jusbrasil.com.br/

https://www.linkedin.com/in/fabiolagrimaldiadv/



FG Advocacia e Consultoria

-Política de Privacidade

-Termos de Uso

©by Fabíola Grimaldi